3 grandes tendências na agricultura urbana: para onde vamos?

Com o crescimento do mercado de telhados verdes/jardins suspensos e um número cada vez maior de profissionais que já trabalham, pesquisam e se especializam no assunto, resolvemos arriscar uma rápida organização de 3 grandes tendências para a agricultura urbana: telhados verdes extensivos /  fragmentos florestais em coberturas / hortas e fazendas urbanas.

2015-09-19 13.20.50-1
Floresta vertical – literalmente Bosco Verticale em Milão – 1 ano após plantio.

Assim como nos EUA e Europa, os telhados verdes extensivos (rasos, leves, vegetação rústica) se consolidaram como uma opção viável para grandes áreas, com custos acessíveis e facilidade de aplicação – para se ter uma idéia o m2 de um telhado verde custa mais barato que uma cobertura de policarbonato, ou uma cortina. Sem dúvida é a tecnologia de transformação urbana com melhor relação custo & benefício e com grande potencial de crescimento sobre os mega telhados de supermercados, shopping centers, centros de distribuição e logística, aeroportos…

Cobertura verde extensiva em formação sobre os condomínios da vila dos atletas - Jogos Olímpicos Rio 2016.
Cobertura verde extensiva sobre os condomínios da vila dos atletas – Jogos Olímpicos Rio 2016.

Ao mesmo tempo, já vemos algumas lajes de cobertura mais reforçadas já começam a receber pequenos fragmentos florestais, ajudando a compor o mosaico de áreas verdes que deve compor qualquer cidade jardim. É importante pensar a cidade desta forma: ‘áreas de amortização das patologias urbanas‘ com telhados verdes extensivos prestando serviços ambientais em grande escala, como controle de enxurradas, ilhas de calor, etc.; e ‘áreas regenerativas‘, como pequenos fragmentos florestais distribuídos em lajes mais reforçadas, que podem ter a função de praças e parques para uso da população, mas que também funcionam como corredores florestais ao longo da cidade. Este é o caso do Bosco Verticale, primeira florestas vertical urbana do mundo, que tivemos o privilégio de conhecer de perto em 2015.

2015-09-19 13.25.27
Esquema de distribuição das espécies arbóreas e arbustivas no Bosco Verticale em Milão.

A este mosaico, temos que adicionar ainda as novíssimas hortas e fazendas urbanas – que em 2015 veio ensaiando seus primeiros passos profissionais no país e neste ano também promete ocupar as lajes vazias das cidades. De pequenas hortas de subsistência até grandes fazendas industriais, a agricultura urbana vai da laje ao asfalto e invade terrenos baldios com ‘guerrilha gardens’, com bombas de sementes e hortas comunitárias.

Produção de hortaliças no telhado do Shopping Eldorado em São Paulo.
Produção de hortaliças no telhado do Shopping Eldorado em São Paulo.

Porque agricultura urbana no Brasil? 

Experimento com cultivo de trigo sobre laje.
Experimento com telhado verde cultivado com trigo.

Em 2016, o simples ato de cultivar um jardim é um ato heróico. Se esse jardim tiver o tamanho de sua casa ou sua empresa então – é super-heróico. Se essa área verde toda ainda produzir uma quantia relevante de comida (orgânica de preferência), aí é revolucionário. Compete diretamente com 2 das indústrias que mais agridem o planeta: a construção civil e o agronegócio. Pode até parecer muito utópico, mas os telhados verdes extensivos também já foram – e hoje se conectaram facilmente ao processo padrão de construção civil, como um material para revestimento (vivo), que consegue alterar o balanço energético de qualquer obra sem modificar drasticamente suas estruturas e fluxos de trabalho. Agora, a agricultura urbana tem a árdua missão de encurtar a cadeia produtiva do agronegócio. E isso precisa ser levado à sério.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s