Telhado verde na Suíça comemora 100 anos e protege a cobertura contra vazamentos.

moos1

O telhado verde sobre a unidade de tratamento e filtragem de água (Seewasserwerk Moos) em Wollishofen, Zurique, Suiça comemora 100 anos em 2014. Construída em 1914, mantém a impermeabilidade da membrana intacta mesmo após 100 anos de colonização dos 36.000 m2 de lajes com uma diversa flora, incluindo uma comunidade de espécies raras de orquídeas (Bioscience 2007).

As membranas ou mantas de impermeabilização, que protegem as lajes de goteiras e infiltrações, se deterioram rapidamente quando expostas a radiação UV do sol, tornando-se quebradiças. Consequentemente, ficam muito mais vulneráveis a danos da expansão e contração de materiais causada pela altíssima variação de temperaturas em um telhado. (Porsche & Köhller 2003).

Ao proporcionar uma barreira física sobre a camada de impermeabilização – protegendo-a desta flutuação de temperatura e da incidência de raios UV, um telhado verde estende a vida útil da membrana impermeabilizante em mais de 20 anos (USEPA 2000).

moos6 moos5

Isso significa que comparado ao padrão de durabilidade de lajes com manta asfáltica (10 anos é a média para necessidade de refazer todo o sistema de impermeabilização) e lajes com cobertura de argila expandida (15 anos para reforma), um telhado verde promete (desde que seja bem feito) reduzir seus problemas com infiltração, além de evitar a reforma completa da impermeabilização, pelo menos dobrando sua vida útil.

********************

Referencias citadas:

Porsche U, Köhler M. 2003. Life cycle costs of green roofs: A comparison of Germany, USA, and Brazil. Proceedings of the World Climate and Energy Event; 1–5 December 2003, Rio de Janeiro, Brazil.

[USEPA] US Environmental Protection Agency. 2000. Vegetated Roof Cover: Philadelphia, Pennsylvania. Washington (DC): USEPA. Report no. EPA 841-B-00-005D.

BioScience 2007. Green Roofs as Urban Ecosystems: Ecological Structures, Functions, and Services.Erica Oberndorfer, Jeremy Lundholm, Brad Bass, Reid R. Coffman, Hitesh Doshi, Nigel Dunnett, Stuart Gaffin, Manfred Köhler, Karen K. Y. Liu, And Bradley Rowe. November 2007 / Vol. 57 No. 10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s