A Alemanha e os telhados verdes

O primeiro boom no mercado de telhados verdes começou na década de 1960 na Alemanha, mas quando a primeira geração de membranas de impermeabilização começou a apresentar problemas já na década de 1970, houve um grande investimento na sistematização de novas técnicas e desenvolvimento de materiais, visando responder as demandas de design em construção.

A década de 1980 foi marcada por avanços nas pesquisas sobre os benefícios ecológicos dos telhados verdes, resultando em uma alta demanda pelos novos ‘telhados verdes extensivos’.

Na década seguinte os estudos passaram a focar na seleção de espécies que possibilitam sua auto-manutenção por tempo indeterminado. Ao mesmo tempo, várias instâncias governamentais passaram a implementar políticas públicas para encorajar a instalação de telhados verdes.

O resultado deste processo é que em 2001 a área de telhados verdes na Alemanha já chegava a 13,5 milhões de metros quadrados, chegando a cobrir 14% de todos os telhados daquele país.

Essa revolução teve reflexos também na economia. Para se ter uma idéia, em 2002 haviam mais de 1200 empresas instaladoras de telhados verdes na Alemanha, além de mais de 200 fornecedores de insumos e suprimentos que necessitou ser desenvolvida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s